sábado, 10 de julho de 2010

Carta para Ravi.

Rio de Janeiro, RJ. 11 de Julho de 2009, 02:42 am.

Você está pra entrar no 9° mês na minha barriga.

Hoje antes de me deitar pra dormir, me peguei melancólica de maneira ruim, chorei bastante escondida na varandinha, to sensível a qualquer brisa e pensei de súbito em qual seria a melhor forma de melhorar essa bateria hormonal que se passa dentro de mim?
Escrevendo pra você.

Queria começar dizendo que nem tudo aqui fora é do jeito que a gente espera que seja, mas a vida é tão boa, que sempre existem saídas e caminhos pra driblar qualquer desassossego.

Que homem você vai ser?

O estável... aquele centrado, desapegado a bobeiras do mundo la fora, preocupado em ter uma vida saudável morna e confortável... Aquele que aceita seu destino mortal de nascer crescer desenvolver e morrer... O galã de telenovelas que casa com a mocinha e tem filhinhos lindos... O cara legal e boa praça...

Ou o instável... aquele que vai me surpreender todos os dias, onde tudo o que acontece ao seu redor é motivo pra brainstorm. Aquele que se ajusta a qualquer vida desde que todos os envolvidos se ajustem a ele... O garanhão cruel, aquele por quem todas se apaixonam e sofrem por ele estar presente de corpo mas nunca em pensamento. O dramático que só aprende quando não tem saída.


Ravi, você pode ser quem você quiser, pode ser um ou outro.. ou um pouco de cada ou quase nada de cada um... Saiba SEMPRE que é SEMPRE melhor falar que guardar, chorar que angustiar, pedir do que esperar, querer do que acostumar... e que eu vou SEMPRE estar do seu lado. Esteja onde estiver.

Não entre na vida acomodado e acolchoado, anseie sempre mais pela evolução da sua vida e nunca aceite que alguém te diminua. Lute sempre pelos seus objetivos e tenha juízo nas suas escolhas... elas te farão o homem que você será no futuro.
Goze das coisas boas da vida, não tenha medo de viver e de se jogar, as vezes sair da redoma que a vida sem querer nos coloca é sinal que você tem sede pra enfrentar o seu próprio eu. Seja humilde, saiba pedir ajuda e se ofereça a ajudar. Você nunca estará sozinho. Se o inferno são os outros, você é o céu.

Eu sei como os pais podem as vezes reprimir a nossa personalidade ou nossa maneira de querer viver a vida. Queria que você soubesse que eu, mamãe, sei que eu não estou gerando você na minha barriga pra ficar comigo, ou pra viver em função de mim. Você é seu. Do mundo. Eu te oferecerei sempre o colo e os braços pra sempre que você quiser ou precisar, e vou morrer de preocupação vez ou outra, mas tomara que eu possa te ensinar tudo o que você um dia vai precisar, quando não depender mais de mim.

Me desculpa se um dia eu for injusta com você, acredite que o meu maior medo é de não ser a melhor pessoa do mundo pra te educar. Quero ouvir o que você tem pra dizer e desejo de coração que você tenha ouvidos pra mim. Quero te ensinar que as vezes um pedido de desculpa ou um obrigado não quer dizer fraqueza ou passividade. E sim nobreza.

Nós mais velhos na família nem sempre tivemos contato com esse tipo de educação, não porque é falha, mas os tempos mudam... Cada mamãe e papai agiam de acordo com o que foi ensinado a eles pelos vovôs e vovós. Por isso, existe muita coisa que eu ainda não sei expressar, muitos sentimentos que ainda estão guardados dentro de mim e alguns medos que ainda dominam a minha cabeça... Mas queria te dizer que por você eu passo por cima de tudo, de qualquer coisa, pra te dar todo o carinho, educação, compreensão, afeto e calor que eu sei que pode fazer falta e que você merece.

Por algumas vezes vão haver repreensões, e eu espero que quando isso aconteça, essa repreensão acrescente em alguma coisa na sua vida, e não se torne apenas um motivo de desgosto ou de incompreensão. Te educar vai ser me reeducar. Tenho certeza disso.

Ainda não vi seu rosto, mas já sei que você tem o poder de me dar forças. De me fazer almejar um futuro melhor, de ser melhor.

Obrigado por tudo o que já é e do que ainda vai ser.
Eu sei que você vai me ensinar a cuidar de você, por que de fato, eu ainda não sei de nada, além de uma coisa: Amo você já. E agora, e pra sempre.

'Como se mãe, como se filho.'

Um beijo, Rafaela

8 comentários:

  1. Linda...linda....linda....
    Parabéns amor...por ser essa mãezinha tão especial....tão forte e corajosa....O Ravi é um menininho de muita sorte por ter vc como mamãe...não foi à toa que Deus lhe escolheu para trazer ao mundo esse bebê...vcs dois são muito especiais e amados por mim....Ah...eu votei....e nao sei porque mas tenho quase certeza...que ele nasce até o dia 23/07....mais precisamente dia 20/07....sei lá...sabe aquela coisa dos sonhos?....pois é...sonhei com o Ravi....depois te conto....Beijos amada e dê notícias....

    ResponderExcluir
  2. =']
    so pelo fato de vc escrever isso a ele,so pelo fato de vc gerar dar a vida a ele,e ele saber q vc daria a sua vida por ele. ele te ama muito,mesmo sem nascer. Voce é a PRIMEIRA pessoa que ele aprendeu a amar,e isso NUNCA vai acabar. Ele vai ter uma mae incrivel.Ele sempre tera a melhor mae do mundo.

    (L

    ResponderExcluir
  3. aconteca o que acontecer, Ravi vai ser born to raise hell!
    e que coisa mais cute cute esse post. pretende mostrar pra ele quando ele for maior?

    ResponderExcluir
  4. Ai amiga..na boa.. O Ravi já é o filho, sobrinho mais feliz do mundo por ter vc ao lado dele... vc me fez chorar agora ( sempre faz neh ) e tbm me fez refletir sobre minha vida...
    """Não entre na vida acomodado e acolchoado, anseie sempre mais pela evolução da sua vida e nunca aceite que alguém te diminua. Lute sempre pelos seus objetivos e tenha juízo nas suas escolhas... elas te farão o homem que você será no futuro.
    Goze das coisas boas da vida, não tenha medo de viver e de se jogar, as vezes sair da redoma que a vida sem querer nos coloca é sinal que você tem sede pra enfrentar o seu próprio eu. Seja humilde, saiba pedir ajuda e se ofereça a ajudar. Você nunca estará sozinho. Se o inferno são os outros, você é o céu.""

    SINTO SUA FALTA E VC NAO TEM NOÇAO DE COMO... NAO MESMO... É ESPIRITUAL CERTEZA...!!

    NÃO PRECISO DIZER QUE ESTAREI SEMPRE E A QUALQUER HORA DE BRAÇOS ABERTOS PRA VC E PRO MEU "SOBRINHO/AFILHADO"....

    AMO MTOOOO VCCCCC!!

    QUE DEUS TE ABENÇOE CADA DIA MAIS..

    *__*

    ResponderExcluir
  5. Só existe uma sorte nesse mundo. Ter um amor!

    Ravizão certamente é um sortudo.


    Rafinha, não nos conhecemos pessoalmente, mas um dia irei na sua casa, ver - te e ao teu filhote. Espero que me ofereça um café forte e doce!

    Beijo enorme, fiquem bem sempre!

    ResponderExcluir
  6. Momento único, Rafaela!
    Felicidades pra vocês!

    Beijos,
    Doce de Lira

    ResponderExcluir
  7. Olá Rafaela, me peguei lendo o seu blog, numa busca pelo google por imagens e veja só onde fui parar... Que coisa mais linda que você escreveu pro seu bebê! Aliás, vc escreve muito bem, desculpe a invasão mas acabei lendo uma porção de coisas do seu blog! Sei que ja fazem alguns meses que vc escreveu isso e queria parabenizá-la pelo nascimento do pequeno Ravi.. Espero que ele seja cheio de saúde e só traga alegrias p/ sua vida! Um abraço, Júlia.

    ResponderExcluir